• A NOSSA MISSÃO
%PM, %22 %568 %2020 %13:%Jun.

Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social visitou a equipa que vai acompanhar os menores refugiados

 

 

Equipa multidisciplinar seleccionada para acompanhar os 25 menores refugiados recebeu,

esta manhã, a visita da Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.

Equipa multidisciplinar seleccionada para acompanhar os 25 menores refugiados recebeu, esta manhã, a visita da Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.Com o mote de dar as boas vindas aos mais recentes técnicos, recrutados pela Cruz Vermelha Portuguesa para o trabalho de acompanhamento e promoção de competências psicossociais e inclusão na comunidade dos 25 menores, Ana Mendes Godinho, dirigiu palavras de agradecimento, confiança, generosidade, coragem e disponibilidade da equipa para este novo desafio que agora Portugal inicia, afirmando “este é o início de um grande desafio para o país. É um grande sinal perceber que, num momento complicado como o que vivemos, continuamos de braços abertos”.

 A Ministra reconhece a necessária e exigente disponibilidade, física e mental, dos elementos que compõe esta equipa multidisciplinar, “ é crucial estarmos disponíveis às histórias de vida destes jovens que, ao dia de hoje, ainda nos são desconhecidas” e disponibiliza-se a receber sugestões práticas deste técnicos de terreno para agilizar procedimentos que sejam, ainda, morosos e burocráticos, assumindo ser um trabalho de equipa consertado entre as várias entidades envolvidas.

Em estreio contacto com os técnicos em formação e com a possibilidade de partilha de experiências, evidenciou-se a robustez desta equipa que inclui elementos com competências diferenciadoras, nomeadamente, de trabalho em campos de refugiados internacionais e aptidão linguística excepcional em inglês, francês, árabe, turco, italiano, espanhol, entre outras.

Entre as várias entidades representadas, esta visita contou, ainda, com a presença da Secretária de Estado para a Integração e as Migrações, Cláudia Pereira, o Presidente do Instituto de Segurança Social, Rui Fiolhais, o Provedor da Santa Casa da Misericórdia, Edmundo Martinho e a Alta-Comissária para as Migrações, Sónia Pereira, bem como o Presidente da Cruz Vermelha Portuguesa, Francisco George e demais elementos da Instituição.

Cláudia Sabença, que desempenhará funções de responsável pela equipa de trabalho na casa de acolhimento onde estes 25 jovens ficaram instalados, agradece a disponibilidade dos diversos parceiros Institucionais e reconhece ser “bom ter o país do nosso lado”, reforçando extrema confiança na equipa que hoje se forma.

 

Powered by jms multisite for joomla