• A NOSSA MISSÃO
%AM, %29 %408 %2020 %09:%Jul.

Cruz Vermelha Portuguesa doou 100.000 máscaras reutilizáveis à Embaixada da República de Moçambique

Mais de um ano depois da passagem do Ciclone Idai em Moçambique, a relação de proximidade com o povo Moçambicano mantém-se coesa. Neste sentido, a Cruz Vermelha Portuguesa doou 100.000 máscaras reutilizáveis à Embaixada da República de Moçambique. Estas máscaras terão como destino final o Ministério da Saúde de Moçambique, em Maputo, e serão distribuídas à população.

Está aainda bem presente na memória de todos a destruição que o Ciclone idai provocou na sua passagem pela província de Sofala, em Moçambique. A Cruz Vermelha Portuguesa  promoveu, de imediato, em articulação com as Entidades Competentes do país afectado, a  Operação Embondeiro, uma iniciativa ímpar que, em parceria com a ONG Médicos do Mundo, promoveu uma onda solidariedade com magnitude nacional. Foram organizados recursos humanos, técnicos e materiais por forma a colmatar as necessidades levantadas no terreno: cuidados médicos, apoio psicossocial, água potável e alimentação, alojamento, saneamento e higiene e o restabelecimento dos laços familiares.

Nesta Operação foi também promovida a iniciativa Músicos por Moçambique que contou com o apoio de João Gil e Rui Veloso e envolveu a multinacional Altice. Artistas dos mais diversificados estilos enviaram de forma voluntária vídeos e músicas que associaram a uma linha de valor acrescentado.

Na totalidade, foram angariados 2.659.357,16 euros discriminados online, cujas despesas estão igualmente públicas. Este valor permitiu, ainda, à Cruz Vermelha Portuguesa reconstruir o Centro de Saúde e a Maternidade de Macurungo, destruídos pelo Ciclone. Em conclusão: 

  • Mais de 5 mil atendimentos no Hospital de Campanha;
  • 220 Toneladas de ajuda humanitária enviadas por vias aérea e marítima;
  • Reconstrução e apetrechamento do Centro de Saúde e Maternidade de Macurungo;
  • Capacitação dos técnicos de Saúde Local;
  • Colaboração de mais de 250 entidades do sector privado, social e público;
  • Milhares de doadores particulares.

Em acréscimo, importa referir a colocação de equipamento médico não existente, até então nesta Unidade de Saúde, para detecção precoce de complicações nos fetos, nomeadamente cardíacas e gravidezes de gémeos, possibilitando a diminuiçaõ das taxas de mortalidade. 

O resultado da Operação Embondeiro por Moçambique orgulha todos aqueles que contribuíram para o seu sucesso.

Recorde aqui a fotogaleria. 

Powered by jms multisite for joomla